"Depois da decisão tomada pela Fundação Centro Cultural de Belém de não adoptar o novo acordo ortográfico, agora é a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa que admite não implementar também o acordo.
Segundo informação fornecida pelo gabinete do director da faculdade à M80/Comercial/Star FM (Media Capital Rádios), a questão está a ser avaliada e pode mesmo ser oficializada no final da semana.
O próprio site da faculdade está com o acordo ortográfico antigo e alguns funcionários terão sido avisados nos últimos dias para que os textos institucionais não fossem escritos com o novo acordo ortográfico, contrariando a decisão de implementar a 1 de Janeiro deste ano os documentos do Estado, serviços, organismos e entidades na tutela do Governo."